Institucional
Imprimir Partilhar

Piscina Solário Atlântico não abre este Verão

Câmara Municipal de Espinho decidiu não abrir a piscina devido ao estado de calamidade pública decorrente do COVID-19

O atual estado de calamidade pública, decorrente do COVID-19 impõe uma série de regras de utilização dos equipamentos públicos municipais.

Ouvidos os diversos organismos de saúde pública e planeadas todas as medidas de prevenção, higienização, limpezas do espaço envolvente, arranjo de pisos, planos de água, cadeiras, mesas e espreguiçadeiras, a Câmara Municipal de Espinho decidiu não abrir a piscina de água salgada Solário Atlântico esta época balnear.

Face à relevância do equipamento de lazer muito procurado pelos veraneantes esta foi uma decisão difícil, mas muito ponderada pela Autarquia de Espinho, face aos riscos de contágio que a utilização da Piscina Solário Atlântico implica para utentes e funcionários.

A Câmara Municipal de Espinho justifica a decisão com os seguintes fundamentos:

- A cuidada e frequente higienização dos espaços e equipamentos teria implicações diretas na permanência dos utentes na piscina, obrigando a horários de utilização faseados.

- Com as regras de distanciamento social emanadas da DGS, a lotação que é normalmente de 800 utentes em simultâneo passaria para 80 utentes, o que não justifica a abertura do equipamento.

Ler mais