Cultura
Imprimir Partilhar

Museu Municipal recebe exposição com fotografias pela lente de Alfredo Cunha

“Quatro Tempos e Mais um” é a designação da exposição, inaugurada no passado dia 27 de novembro.
O Museu Municipal de Espinho recebeu a exposição retrospetiva da obra de Alfredo Cunha, reputado fotógrafo e fotojornalista português, célebre pelas suas fotografias icónicas do 25 de abril de 1974. Esta é uma das maiores exposições até ao momento e contará com fotografias inéditas da cidade de Espinho.

A inauguração foi realizada no dia 27 de novembro, pelas 17:30,  nas Galerias Amadeo de Souza-Cardoso, estando patente até ao dia 4 de abril de 2021. 

Espinho é um dos municípios que se associou às comemorações dos 50 anos de carreira de Alfredo Cunha, sendo a autarquia uma das entidades que apoiou a edição do livro LEICA YEARS - 50 anos de fotografia de Alfredo Cunha.


Sinopse:

"Este Alfredo Cunha de quem se fala é o homem com a sua câmara e o seu olhar. Qualquer bom fotojornalista, e é assim que o conhecemos, intui, antes de o saber claramente, que uma imagem, que deve encerrar todo um conteúdo e uma sedução, é, sempre foi, um momento decisivo. (…) Na longa carreira de 50 anos de Alfredo Cunha, muita coisa mudou: o país que fotografa; o equipamento que usa – já longe da primeiríssima Petri FT, da Leica M3, que começou a usar em 1973, e das Leicas que se seguiram e a que se manteve sempre fiel; o suporte – do analógico, maioritariamente preto e branco, ao digital, que pratica desde 2003. A sua prática estendeu-se à edição, o que lhe permitiu olhar para os outros e definir com clareza o seu próprio caminho. Mas o fotojornalismo continua a ser a sua linguagem preferencial: o seu olhar depurou-se, mas não se alterou substancialmente."

Tereza Siza


Ler mais